Members Area

Recent Blog Entries

Recent Forum Posts

No recent posts

Webs Counter

Recent Videos

No recent videos
> > mecenato e benefícios fiscais

Financeiramente uma Film Commission não se rege pela usual relação entre crédito e débito. Não obtendo receitas directas com a sua actividade, necessitará sempre de fundos alternativos para suprir os inevitáveis custos operacionais. Por regra existem duas vias, dependendo de a Film Commission em questão ser pública ou privada.( VER )

Portugal já aguardou demasiado tempo por uma Film Commission pública e a actual conjuntura mais afasta tal realidade.

Acreditando ser vital para o sector e para a nação, foi com muita paixão, entusiasmo e empenho que abraçámos a ideia de criar esta Film Commission. Privada em concepção e gestão mas dotada com espírito público, aberta, disponível e acessível a todos.

Esta opção implica um rigor absoluto no equilíbrio orçamental. Do lado da despesa, tencionamos recorrer a estratégias que permitam reduzir o seu volume (remunerações simbólicas, trabalho voluntário, recursos partilhados, parcerias activas, trocas de serviços, entre outras possibilidades).

Para a captação de fundos, a nossa opção foi a de conquistar pequenos montantes de muitos doadores, numa lógica de "união faz a força", abrindo a porta a todas as entidades (individuais/colectivas) que acreditem no projecto e que desejem concorrer para o seu sucesso, designadamente as naturais candidatas à distribuição de mais-valias geradas pela sua acção prática.

Como associados ou simples beneméritos, a Portugal Film Commission agradecerá a todos os mecenas pelas suas contribuições, destinadas exclusivamente aos seus custos operacionais (beneficiando a economia do País e a sua promoção externa), prevendo diversas formas de retribuição, desde logo com a atribuição de benefícios fiscais.        

A classificação de Interesse Cultural para o País, pelo Ministério da Cultura permite a este projecto a inclusão na lei do mecenato, colocando todos os donativos (dinheiro ou espécie) na esfera do Estatuto dos Benefícios Fiscais. Os mecenas poderão considerá-los (com uma majoração-bónus) custos ou perdas de exercício na sua declaração fiscal anual, desde que não ultrapassem o limite de 6/1000 do seu valor total de vendas ou de serviços.

Majorações a atribuir: 120% para doações pontuais - 130% para donativos plurianuais

                                                                                                          1992 -  Lisboa, Sesimbra - " Les Nuits Fauves " de Cyril Collard

 

 
> > vantagens adicionais disponíveis para parceiros e mecenas

Apoiar este projecto constituirá sempre um acto benemérito, por quem simpatize com a sua missão, acredite nas possibilidades de êxito e reconheça valor acrescentado para o País, não aguardando contrapartidas de valor equiparado (de acordo com o estipulado na lei do mecenato). Não deixaremos no entanto de agradecer a preciosa generosidade e de retribuir com algumas compensações, seja sob a forma de publicidade, divulgação de aptidões, ou partilhas de sinergias.

Cooperar (associados ou mecenas) com a Portugal Film Commission pode conduzir a dois tipos de proveitos suplementares:

     1- Retribuições financeiras directas por participação nas futuras produções. (prestando serviços, alugando equipamentos, bens móveis ou imóveis, fornecendo consumíveis, por exemplo...).

     2 - Receitas adicionais induzidas pela divulgação (mundial) a produtos e serviços através dos nossos meios.  (para produtos ou serviços associados ao Portugal positivo que desejem chegar mais longe e abrir novos mercados).

A nossa ferramenta principal consiste num site oficial multi-idioma (inglês, portugês, francês e  castelhano ? ), no qual existirá bastante espaço propício à exposição das mais-valias e demais informações dos nossos benfeitores. Espaço também disponibilizado numa newsletter (também tetralingue ?) com distribuição mundial, ou ainda noutras publicações digitais ou analógicas a criar.

O site possui um directório para que os profissionais e as empresas do sector possam expor as suas aptidões e serviços, como potenciais candidatos ao exercício de actividades nas diversas produções. O directório também poderá incluir entidades externas ao sector cujo labor possa de alguma forma ser utilizado (e rentabilizado) nos projectos a realizar.   

Inclui ainda um quadro de honra que listará os mecenas por ordem decrescente, permitindo alguns destaques através de corpos de letra, logos ou weblinks. 

Nos links abaixo será possível obter detalhes mais pormenorizados para cada tipo de parceiro ou mecenas.

MUNICIPIOS  ( PDF

PESSOAS COLECTIVAS DO SECTOR  ( PDF)

PROFISSIONAIS DO SECTOR  ( PDF )

PESSOAS COLECTIVAS EXTERNAS AO SECTOR  ( PDF )

PESSOAS INDIVIDUAIS EXTERNAS AO SECTOR ( PDF )                 2001 - Porto - " O Xangô de Baker Street " de Miguel Faria Jr.